• Ganzza

    Com história igual, só um tanto mais antiga, vamos hoje pro Paca, eu e a lembrança do seu Toninho, torcer outra vez pro Timão.
    Sei que toda despedida é dolorosa, mas sei também que hoje é daqueles dias pra ficar na memória, como tantos na vida desses maloqueiros sofredores.
    A única certeza é que a casa vai estar cheia de fiéis acompanhados em espírito de uma legião de Fabricantes de Corinthianos, como seu Carlito e seu Toninho, escrevendo mais um capítulo na história do Coringão.
    Valeu, Pacaembú!

    Responder